segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sem carro e com as calças pelos tornozelos

Ontem tive de ir fazer um trabalho de grupo a cerca de 60 km da minha casa. Como uma das colegas trabalha num dos muito centros comerciais deste país, fui ter com ela a esse dito centro comercial e estacionei no parque subterrâneo. Quando fomos para a casa dela, deixámos o meu carro no parque e seguimos no dela. Eu estava convencida de que o trabalho acabaria antes das 0h00 e que mesmo que assim não fosse, me deixariam tirar o carro do parque de estacionamento.

Jantámos com o outro nosso colega, começámos a trabalhar e eu - não sei porquê - levei a noite toda a correr para a casa de banho com umas cólicas horrorosas.

O trabalho acabou tarde. Eram cerca de 1h10 da manhã. O meu colega levou-me até ao centro comercial para eu ir buscar o meu carro. Como é um cavalheiro, foi comigo até aos senhores da Securitas a quem eu me dirigi para pedir que me deixassem ir buscar o meu carro, certa de que não lhes estaria a pedir grande coisa.

Errado! O centro comercial fecha às 0h00 e as pessoas podem ir levantar as viaturas até à 1h00 e depois não há nada p'ra ninguém. Que são ordens superiores. Que podem perder o emprego porque têm câmaras de vigilância e que rebéubéu pardais ao ninho.

Eu insisti, insisti, insisti... disse que não era dali, que vivia a 60 km dali, que precisava do carro porque no outro dia (ou daí a umas horas) teria de ir trabalhar e precisava do meu carro. Bem podia dizer que tinha no carro medicamentos ou outras coisas de que precisava. Que a minha vida dependia de eu ir buscar o meu carro. Nada! Não pode levar!não pode levar! não pode levar!

E pronto... tive de ligar aos meus pais para me virem buscar. Entretanto o meu colega fez-me companhia. Entretanto vai outra cólica daquelas fortes! Ai, ai, ai, ai... vou apanhar ar.... ai, ai, ai, ai... preciso de uma casa de banho!
Pois... lá tive de ir a casa de um colega que mal conheço, quase às 2h00 da manhã, para ir despejar a tripa, porque já estava a mudar de cor!

E foi assim que eu entrei nesta semana: sem carro e com as calças pelos tornozelos na casa de banho de um quase estranho... e não pelos melhores motivos!!!

9 comentários:

Sanxeri disse...

Ai meu deus... vergonha! Eu detesto fazer essas necessidades fisiologicas noutro sitio que nao na minha casinha. :P

Intruso disse...

vê pelo lado positivo: contar isso diverte os outros :)

Irremediavelmente Inconformado disse...

e eu a pensar que passava por aventuras do camandro... as melhoras.

Majo disse...

Já parecias a minha boss aqui há uns tempos atrás. Foi tantas vezes à casa de banho que começamos a contar as "passagens" pela nossa sala e a cronometrar o tempo que aguentava na sala dela. Até lhe cheguei a perguntar: "Olha lá C., não queres que te leve os processos à casa de banho e assim já não cansas as pernas???"
Foi um fartote de rir.

As melhoras, linda.

Bjinho ;)

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fada disse...

Espero que estejas melhor!!!

Bem, pelo emnos tinhas um (bom) colega por perto. :)

Beijitos

Feitiozinho disse...

Desgraçada, pois eu a pensar que era a unica a ter uma semana daquelas infernal... fico ao menos contente por ser compreendida :P

Grilinha disse...

Como ando atrasada na leitura dos blogs só agora li este post.

Ui que isso foram horas de aflição.

Espero que já estejas bem melgor eheheh e de carro n mão.

Vou ler o resto dos post

o dono do blog disse...

Que situação desagradável... dava vontade era de "arrear" as calças à porta do gabinete dos seguranças e deixar-lhes a "merenda". :PPP
Mas lá que dá vontade de rir, ai isso dá ahahah.
O mal dos outros é sempre uma alegria :)