segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Umas quantas verdades absolutas sobre o estudo

Há muitos aninhos atrás eu era uma estudante universitária que, nesta altura do ano, estava a queimar pestanas, a arrancar cabelos e a fumar que nem uma doida por causa das frequências.


(Um pequeno parêntesis para dizer que há muita coisa de que tenho saudades dos tempos de faculdade, mas as frequências e provas orais NÃO SÃO de todo uma delas!)



Ora bem, passeando hoje pela blogosfera deparei-me com o post da Miss Kitty sobre as razões que a levam a tomar café quando estuda e o efeito inverso que o café acaba por ter.

Em vez de lhe deixar um testamento na caixa de comentários, eu deixo aqui, em jeito de resposta, umas quantas verdades absolutas sobre o estudo:


1 - Café, chá preto, cacau... e tudo quanto for um excitante natural e que normalmente faz o pessoal ficar todo desperto, NÃO PRODUZ QUALQUER EFEITO quando se está a estudar. A razão é muito simples: estudar para frequências é chato, é stressante, é cansativo, é esgotante, é uma merda e o nosso cérebrozinho inteligente rejeita qualquer manobra que o faça pensar de outro modo.


2 - Novelas mexicanas, novelas brasileiras, novelas portuguesas, séries completamente beras... e todo o lixo televisivo, É EXTREMAMENTE INTERESSANTE, ABSORVENTE, CATIVANTE quando se está a estudar. A razão é muito simples: tudo é mais interessante que estudar para frequências. Tudo é mais absorvente que a matéria. Tudo é mais cativante que as ideias do autor X, Y, ou Z.


3 - Pequeno-almoço, lanche a meio da manhã, almoço, primeiro lanche a meio da tarde, segundo lanche a meio da tarde, jantar, petisco a seguir ao jantar, mais petisco a seguir ao jantar, cigarro, cigarro, cigarro,... e tudo quanto exija uma pausa É EXTREMAMENTE IMPORTANTE quando está a estudar. A razão é, igualmente, muito simples: todo o tempo longe dos livros é mais importante que tudo o resto.


4 - Sair para tomar café, chá preto, cacau... e tudo quando nos faça ir apanhar ar à esplanda É FUNDAMENTAL quando se está a estudar. A razão também é muito simples, obviamente: precisamos do café, do chá preto ou do cacau para nos mantermos acordadas para estudar o resto da tarde, depois das duas horitas a apanhar ar e sol na esplanada para espairecer.


5 - Manicure, pedicure, depilação, limpeza de pele, arranjar o cabelo, pintar o cabelo... e todos os cuidados de beleza que tomem mais de uma hora SÃO NUCLEARES quando se está a estudar. A razão simplicíssima: temos de estar giras quando nos convidam para o tal café que nos vai manter acordadas para estudarmos o resto tarde.



________________

(Boa sorte, Miss Kitty! Bom estudo!)

20 comentários:

Pedro Barata disse...

Adorei o post! E venham os cafés e as esplanadas...
Beijinhos

Lady Oh my Dog! disse...

hahahahahaa!! é que é mesmo isso!

Miss Kitty disse...

LOL! Adorei o post! Tá explicado o meu problema..

BJS*

Fada disse...

Muito gira a resposta, sim senhora!!
Lá está... A Passaroca é que sabe!!

:)
beijinhos

Miss G disse...

Eu acabei o curso há ano e picos. E acredita que me faz falta estar a estudar para os exames. É que a malta foi-se juntado na biblioteca e aquilo era risota total. Ainda para mais, a minha bela biblio tem um jardim interior, pelo que as quatro paredes internas são de vidro. E mesmo passando dois meses a caminhar para a biblio, para o jardim, para o bar, para ao pé dos livros, para a net, para o jardim, para o bar, para os livros... eu sinto saudades daquela porra!
E não havia cafézinho que arrebitasse a malta mais que um pedaço de mau caminho na biblio. Fizemos várias vítimas que nos ajudaram a manter a sanidade mental.
Oh tempo, volta para trás... queria estar agora a devorar dossiers, a queimar borrachas, a dar murros na calculadora e rogar pragas aos profs. Volta tempo querido, volta.
Boa sorte Miss Kitty!

PKB disse...

Eu estudava sozinha em casa. Quanto muito,estudava com uma colega em casa dela. Mas era tudo muito soturno. Penso que o curso também convidava a isso.. Direito é um curso soturno. Não há calculadoras :) (se houvesse, eu não teria passado do primeiro ano... matemática e eu somos as maiores inimigas!)

Rita disse...

Hehe! Obrigada pela visita :D realmente tens razão, nada faz efeito quando não sequer estudar! E há sempre alguma coisa extremamente importante que se tem de fazer nesse preciso momento! :P eu fico mesmo muito nervosa quando tenho exames, sou uma stressadinha :)

tcl disse...

Olá PKB! Agora é que percebi as bocas de ontem da passaroca... tinha sido uma parte que me tinha escapado!

pois o que dizes aqui do estudo, aplica-se sem tirar nem pôr à fase pós-estudo, ou seja à fase do trabalho, sobretudo quando esse trabalho é um segundo trabalho que se faz em casa à noite, depois de passar o dia a fazer o primeiro trabalho... :-(

E aí, uma coisa também FUNDAMENTAL e INADIÁVEL é passear pela blogosfera ou, quiça, participar num evento do BOBA!

bjs para ti

Rafeiro Perfumado disse...

Concordaria, não fosse uma pequena experiência que tive. Ia ter um exame e, surpresa das surpresas, guardei para a véspera para estudar. Resolvi ir à cozinha e beber meio litro de café para poder suportar a directa. Eis que às 3 da manhã dou os estudos por terminados (sempre fui muito inteligente). Pois, fiquei o resto da noite a olhar para o tecto, a pensar na morte da vitela... nem te digo a minha cara no dia seguinte. Ah, e chumbei!

PKB disse...

Todas as regras têm excepções. O problema é que o teu cérebro queria mesmo estudar. És um 'case study', pá! =)
Beijinhos!

Miss G disse...

Lamento que essa parte de ti me tenha falhado. Pois, realmente direito tem pouco de atraente para mim. Acho que prefiro as calculadoras e tabelas e papel milimétrico...
Sejá lá que área for, o melhor da vida de universitário anda longe dos livros... :)

PKB disse...

A melhor vida está nas baldas... ai, rica vida! =)
(eu era muito baldas... nunca fui assim a estudante ideal. Preguiça é um dos meus apelidos eheheh).

Beijinhos!

Sílvia disse...

Adorei o post e é bem verdade. Veojo as novelas todas nesta altura, demoro o triplo do tempo no banho porque há que fazer mascaras esfoliaçoes e chegar os 1500 cremes, ha os lanches, os cafés e o resto. E sim estudar é muuuuuuuuuiiiitoooo chato.


Bj e parabens pelo blog =)

Sílvia disse...

Não veterinária não. Biologia mesmo. Direito ? aaaaiiii nãaaaaaooo, nem pensar lol

Prometo voltar aqui ao teu cantinho =)

bj e obrigada pelos comentarios no meu estaminé lol

PKB disse...

Sílvia:
É nessa altura que conseguimos conciliar olheiras com bom aspecto! :p)

Rita:
Eu era super stressada. Terrível. Enervava-me imenso. Era uma altura muito complicada para mim.

tcl:
Tens razão. Também se aplica no trabalho. Ó, ó!
E como te compreendo... trabalho à noite depois de ter passado o dia a dar no duro. Sina de quem tem de trabalhar para viver! :/

PKB disse...

Sílvia,
Se tu soubesses a nulidade que eu sou a biologia, caías para o lado!
Bom estudo! =) Beijinhos!

morcego persistente disse...

é verdade!!é verdade!!!é tudo verdade!!! :)
Bom bom era ser estudante sem época de exames:)

Morcegadas

Hugo de Oliveira disse...

Eu concordo contigo... faço mais que milhentas pausas... Entao agora que tenho que estudar para dreito internacional, qualquer motivo é de extrema importância!


x)


**

Hugo de Oliveira disse...

Sim, DIP :S (odeio direito, com todo o respeito)! Sou de relações internacionais...
Mas é só mesmo marrar...

Enfim... estudante sofre x)

**

cat in a bag disse...

Assino por baixo! Disseste tudo o que eu pensava!

beijinhos =)